Marcos Ramon

Cada dia


Cada dia é um dia.

Ok, Mr. Obvious. Tell me more.

O que eu quero dizer é que a gente nunca está realmente preparado pra qualquer coisa. Alguém pode dizer com toda a segurança do mundo:

Tenho essas metas e vou realizar isso e aquilo.

Mas, de verdade mesmo, a gente só sabe que acorda todo dia. É como se a vida cotidiana já fosse o eterno retorno sobre o qual Nietzsche escreveu. Cada dia acordar, e fazer coisas, e pensar no que ainda falta fazer, e sonhar acordado com o que não se tem… E depois dormir e acordar… A cada dia tudo se renova, se repete.

O eterno retorno não é uma hipótese, mas uma constatação.

Daniel Arsham Boud Figure, de Daniel Arsham

Marcos Ramon

Marcos Ramon

Professor no Instituto Federal de Brasília, pesquisando ensino, estética e cibercultura. Lattes | ORCID | Arquivo
comments powered by Disqus

Marcos Ramon / Professor de Filosofia, pesquisando estética e cibercultura.

Inscreva-se na newsletter para receber atualizações por email. 😉