Marcos Ramon Info

A vida é uma espera

Estar vivo é esperar. Esperar que coisas novas aconteçam, esperar que o óbvio se confirme ou até mesmo esperar que o inevitável (a morte, por exemplo) demore.

Constatar que a vida é uma espera me faz querer saber esperar melhor, ter paciência, acreditar que cada coisa tem um tempo diferente. E me faz entender que nem todo tempo é o tempo do relógio - que quer ser sempre o mesmo, ainda que a gente saiba que isso é impossível e improvável.

Enquanto escrevo olho pra mim mesmo e tento pensar nas coisas que espero. São poucas, mas o suficiente para permitir que eu me atrapalhe comigo mesmo; poucas, mas o suficiente para que eu não queira ser vítima do atraso (o desespero de quem espera!).

Enquanto escrevo sinto dúvida e solidão, mas não lamento a vida que eu tenho - que é boa e feliz - apenas desejo saber esperar melhor, saber esperar…

Marcos Ramon

Marcos Ramon

Professor no Instituto Federal de Brasília, pesquisando ensino, estética e cibercultura. Lattes | ORCID | Arquivo
comments powered by Disqus